Alexander McQueen nasceu no dia 17 de março de 1969 em Londres. É o irmão mais novo de seis filhos e tornou-se o mais rebelde.

Deixou a escola aos 16 anos e foi nessa altura que lhe ofereceram a possibilidade de um estágio na Savile Row com os alfaiates Anderson e Sheppard, ambos mestres na construção técnica de roupas.

Mais tarde optou pela vertente do teatro ao estagiar na Angels e Bermans, onde aprendeu seis tipos de cortes de padrões que eram utilizados no século XVI e foi a partir deste momento que descobriu a sua verdadeira paixão.

Aos 20 anos tornou-se assistente do designer Koji Tatsuno e, um ano depois, estava a viajar para Milão para trabalhar como assistente de Romeo Gigli’s. Quando regressou a Londres, completou o mestrado de Fashion Design na ‘Central Saint Martin’s’.

Em 1992 apresentou o seu primeiro desfile como parte do seu mestrado. Na altura a coleção foi comprada na totalidade por Isabella Blow, editora de moda em britânica, algo que deixou o público e o estilista surpresos.

Os seus desfiles começaram a ficar marcados pela sua excentricidade, onde era possível sentir poder, energia e muito romantismo. Com um percurso profissional invejável no mundo da moda, o designer viria a suicidar-se a 11 de fevereiro de 2010, devido à pressão do trabalho e à profunda depressão que estava a viver desde a morte da sua mãe.

No dia em que comemoraria os seus 50 anos, relembre alguns dos seus vestidos mais icónicos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.