Wilson Teixeira, expulso da “Casa dos Segredos” depois de ter agredido o cozinheiro Hélio à cabeçada, disse hoje que está arrependido do seu gesto.

“Estou arrependido, porque agora percebi que podia ganhar o jogo. Montaram-me uma armadilha e eu caí nela. Eles jogaram bem e eu fui burro e acabei fora de jogo. Joguei 99 por cento do tempo com a cabeça e acabei expulso pelo coração…”, admitiu Wilson numa entrevista a Cristina Ferreira no programa “Você na TV!”, da TVI.

Confrontado com as imagens que antecederam a cena da agressão, o treinador de futebol e jogador de póquer confessou que tem dificuldade em reconhecer o seu comportamento: “É muito estranho, porque normalmente não sou uma pessoa agressiva nem tenho por hábito dizer palavrões… Por isso é inibidor olhar para mim e ouvir-me a falar daquela forma. E sinto que, mais do que desiludir-me a mim próprio, desiludi todas as pessoas que me apoiavam e defendiam e isso está a doer-me bastante”, confessou o jovem.

À saída da Casa, Wilson tinha à sua espera o pai, com quem o jovem mantinha uma relação de alguma distância, mas que agora o recebeu de braços abertos: “O abraço do meu pai vale muito mais do que os 50 mil euros que podia ter ganho”, concluiu o concorrente agora expulso.

Esta não é a primeira vez que um participante de um “reality show” é expulso por agressão. No primeiro “Big Brother”, Marco ficou famoso por ter dado um violento pontapé à concorrente Sónia.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.