As acusações de pornografia infantil contra Mark Salling foram oficialmente arquivadas, após a morte do ator.

A ex-estrela da série ‘Glee’ estava a aguardar sentença, após se ter declarado culpado pela posse de pornografia infantil.

Perante as acusações, Mark concordou em pagar 50 mil dólares, mais de 40 mil euros, a cada vítima que apresentou um pedido formal de restituição.

No entanto, na sequência da morte do ator, foi agora confirmado que o juiz concordou em arquivar o processo, como mostram os documentos obtidos pelo The Blast.

Uma decisão que chega após o pedido dos promotores federais para que o caso fosse arquivado.

Em conversa com a Buzzfeed, o ex-promotor Mann Medrano disse: “Se uma pessoa morrer acidentalmente ou por suicídio, o governo não pode continuar. Essencialmente, nenhum réu, nenhuma ação criminal".

Salling declarou-se culpado em outubro do ano passado. O ator usava um software para ocultar o seu endereço de IP e fazer download de milhares de imagens de crianças. Mark morreu de asfixia por enforcamento no dia 30 de janeiro, aos 35 anos.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.