O nome em homenagem à avó e bisavó. Quando Kate Middleton anunciou a sua gravidez, gerou-se uma grande curiosidade em torno do nome que os duques de Cambridge iriam escolher para a sua primeira filha, com muitos a apostarem em Elizabeth ou Diana para primeiro nome próprio. A verdade é que tanto a bisavó, a rainha Isabel II, como a avó, a princesa Diana, não foram esquecidas com a princesa a ser batizada de Charlotte Elizabeth Diana of Cambridge.

O lugar na linha de sucessão. Graças à revisão do Succession to the Crown Act, Charlotte tornou-se no primeiro membro feminino da realeza a não ser ultrapassado na linha de sucessão, onde ocupa o quarto lugar, e que atualmente se rege pela ordem de nascimento e não pelo género. Recorde-se que numa situação normal o que aconteceria é que com o nascimento do príncipe Louis, a princesa teria descido uma posição apenas pelo simples facto de ser do sexo feminino.

Deu continuidade às tradições reais. A princesa veio ao mundo às 8:34 da manhã com 3,7 kg na ala Lindo do St. Mary's Hospital, em Londres. Recorde-se que Charlotte nasceu na mesma maternidade privada e de luxo que o avô, Carlos, o pai, William, o tio, Harry, e os irmãos, George e Louis, e que, à semelhança dos outros bebés da realeza, foi apresentada ao mundo nos degraus do hospital, cumprindo assim a tradição real que remonta a 1981 inaugurada pela princesa Ana com o nascimento de Zara Philips.

Frequenta a mesma instituição de ensino que o irmão. Em setembro de 2019 entrou para a Thomas's Battersea, uma prestigiada instituição privada que tem como lema ‘sê gentil’. Apesar de frequentarem níveis de ensino diferentes, a jovem princesa veio juntar-se ao irmão mais velho, o príncipe George, que entrou para a instituição em 2017, e que no seu primeiro dia de aulas se fez acompanhar pelos pais, os duques de Cambridge.

O amor pelos animais. Durante a inauguração do Magic Garden no Hampton Court Palace, Kate Middleton revelou a um grupo de crianças que a filha tem um hamster, batizado de Marvin, “e que a Charlotte gostava muito dele porque os bigodes faziam-lhe cócegas na cara”, reportou a BBC em maio de 2016. Recorde-se que ao longo dos anos, os duques de Cambridge tiveram diversos animais de estimação: um cocker spaniel, Lupo, que morreu em novembro de 2020, e uma golden retriever, Tilly, que já apareceu ao lado do casal em fotografias oficiais, e mais recentemente Orla, uma cadela cocker spaniel. Em outubro de 2020, num vídeo onde os três filhos dos duques de Cambridge fizeram perguntas a David Attenborough sobre o mundo animal, Charlotte revelou que gostava de aranhas.

As alcunhas. No seio familiar a princesa Charlotte é tratada pelo diminutivo Lottie, tal como Kate Middleton revelou a uma admiradora durante uma visita oficial à Irlanda em 2019, e também por ‘mignonette’, um termo pelo qual o príncipe William tratou a filha durante a inauguração do Back to Nature Garden em 2019. Esta última forma de tratamento é uma carinhosa expressão francesa que é utilizada para se referir a alguém ‘pequeno, querido e bonito’.

A aptidão para o desporto. Segundo a revista Hello Magazine, Kate Middleton revelou um dos desportos de eleição da filha do meio. “Charlotte gosta muito de ginástica, faz a roda, o pino, tudo” disse durante uma viagem real que teve lugar em 2020 na Irlanda. A jovem Olivia Hancock, que em 2019 recebeu o The Diana Legacy Award por ser uma voz ativa na luta contra o sexismo no futebol, teve a oportunidade de conversar com o príncipe William que lhe revelou que essa é uma paixão partilhada pelos filhos mais velhos. “Quando estava a conversar com o príncipe William ele disse-me que quando joga futebol com o George e a Charlotte, sempre que a filha marca um golo o George lhe diz 'Charlotte eu sou melhor que tu'”, revelou, explicando que o duque responde “'George, a Charlotte pode ser tão boa como tu'”.

As comidas de eleição. Durante uma visita ao LEYF - Stockwell Gardens Nursery & Pre-School, Kate Middleton revelou o pequeno-almoço que habitualmente é servido em sua casa. “Ela referiu a três crianças que os seus filhos gostam de [comer] maçãs com cereais de manhã, o que gerou uma conversa com as crianças sobre as frutas da sua preferência”, afirmou a gerente da escola, Michelle Samuels, ao programa Today.com em 2020. A duquesa de Cambridge, que participou ao lado do príncipe William no especial de culinária “A Berry Royal Christmas”, transmitido pela BBC em 2019, contou que a filha é uma grande apreciadora das batatas Charlotte. Recorde-se que esta é uma variedade bastante popular no Reino Unido de tom amarelado e muito utilizada em saladas.

O livro favorito. À semelhança de outras famílias, os duques de Cambridge sempre valorizaram a importância da leitura dentro de casa, contado diversas histórias aos seus filhos. Os livros da autoria de Julia Donaldson estão entre os preferidos da princesa Charlotte e do príncipe George. “Sei quem é. [O seu livro] É um grande êxito na nossa casa, "The Gruffalo" ("O Grufalão", na versão portuguesa), disse o príncipe em conversa com a autora, em 2018, durante um evento e a quem, no ano seguinte, entregou a distinção Commander of the Order of the British Empire (CBE).

Os retratos oficiais tirados pela mãe. Ao longo dos anos, Kate Middleton tem dado cartas no mundo da fotografia ao tirar vários dos retratos oficiais da família Cambridge. A primeira vez que a Casa Real publicou uma imagem da sua autoria foi aquando do nascimento da princesa Charlotte, em 2015. Para a ocasião a duquesa fotografou a filha ao colo do irmão, o príncipe George, na sua residência oficial. De acordo com o site Insider, trata-se de algo inédito e histórico com Kate Middleton a tornar-se no primeiro membro real a tirar fotos oficiais da sua família, uma tradição que se tem mantido até aos dias de hoje.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.