Há mais tigres à solta em todo o mundo e a diminuição da pressão turística por causa da pandemia viral de COVID-19 é uma das causas apontadas pelos analistas. Na região florestal de Thungyai-Huai Kha Khaeng, que ocupa parte das províncias de Uthai Thani e Tak, no centro da Tailândia, foram avistados, nas últimas semanas, 79 animais, o que corresponde a um aumento de 70% face a 2007. As imagens dos felinos foram capturadas pelas câmaras ocultas de um santuário de preservação da espécie local.

De acordo com a organização não-governamental World Wide Fund for Nature (WWF), o número de animais está a aumentar um pouco por todo o mundo. "Na Índia, no Nepal, no Butão, na Rússia e na China, as comunidades de tigres estão, neste momento, estáveis, com algumas a registar um ligeiro crescimento. Mas, em muitas áreas, incluindo uma grande parte do Sudeste Asiático, o número tem vindo a diminuir", refere fonte do organismo. Estima-se que vivam, atualmente, em liberdade 3.900 tigres.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.