O Feng Shui estuda o modo como o fluxo do Qi interage no espaço, ao longo do tempo. Para garantir o fluxo próspero e benéfico da energia do Feng Shui, é importante garantir que dentro de casa não existe Sha Qi e que divisões centrais à vida doméstica e familiar, como o quarto de dormir, a cozinha e, mesmo a área de trabalho, estão organizados de forma correta.

O workshop de dia 30 , quarta-feira, foca precisamente a energia do interior e ensina a aumentar o fluxo do Qi, ou energia vital, e a identificar as formas interiores desfavoráveis, dentro de casa ou do escritório.

Não são necessários quaisquer conhecimentos prévios para frequentar este workshop, devendo os participantes preparar a planta da sua casa para lhe aplicarem os conhecimentos adquiridos e, assim, potenciar as boas dinâmicas da vivência do seu espaço doméstico.

Para quem deseja iniciar-se no estudo do Feng Shui, o Museu do Oriente organiza um curso introdutório ao essencial da prática, nos dias 7, 14 e 31 de julho, que dá a conhecer a história e origem desta filosofia, os seus fundamentos e as escolas clássicas, complementados por exercícios práticos.

Os workshops de Feng Shui são orientados por Alexandra Morgado, mestre em Arquitetura pela Universidade Lusíada de Lisboa e licenciada em decoração de interiores pela Escola Superior de Artes Decorativas da Fundação Ricardo Espírito Santo Silva. Em 2000 iniciou os seus estudos no Feng Shui, que aprofundou em Hong Kong, em 2008, com o Mestre Raymond Lo.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.