O outono é uma época perfeita para planear o futuro do jardim. Faça, por isso, as suas sementeiras em cuvetes, em caixas de ovos ou em caixas da fruta, quando a plântula tiver o tamanho de um polegar pode transplantá-la para o local definitivo. Não coloque mais do que quatro a cinco sementes em cada cuvete, as sementeiras devem ser regadas diariamente com um pulverizador e até germinarem não devem receber sol direto.

Proteja as suas sementeiras do frio, guardando-as dentro de casa junto a uma janela ou protegendo-as com uma tampa transparente de plástico, criando uma pequena estufa, que deverá estar perfurada para garantir o arejamento. Se usar embalagens de plástico, fica com este problema resolvido. Estão são as herbáceas anuais que Teresa Chambel, blogger de jardinagem e diretora da Jardins, recomenda para o outono.

1. Amores-perfeitos

A Viola tricolor é um clássico dos jardins no outono e inverno. Atinge, em média, os 10 a 15 centímetros de altura. No que se refere à cor e à época da floração, os amores-perfeitos, como a maioria das pessoas conhece esta variedade botânica, gera florações multicolores no outono, no inverno e na primavera. Plante-os, idealmente, em outubro e novembro ou semeie-os em setembro e/ou em outubro, como recomendam os especialistas.

As sementeiras para um outono (mais) florido

Esta planta, uma herbácea anual muito apreciada pelos portugueses, faz excelentes tapetes floridos, pode utilizar-se em canteiros, bordaduras, vasos, floreiras e até em cestos suspensos. No que se refere a condições de cultivo, "esta flor pede sol ou meia sombra, substrato fértil e bem drenado, devem ser regadas regularmente sem encharcar o solo, evitar molhar as flores quando se rega", aconselha a especialista Teresa Chambel.

2. Ásteres

A Aster amellus é uma flor resistente e apelativa cuja floração é exuberante e duradoura, atinge geralmente uma altura de 30 a 40 centímetros de altura. Dá origem a florações multicolores no outono, no inverno e também no início da primavera, enchendo a paisagem de cor. Plante em outubro e novembro ou semeie em setembro. Faz excelentes maciços floridos, pode utilizar-se em canteiros, bordaduras, vasos e floreiras.

As sementeiras para um outono (mais) florido

No que respeita a condições de cultivo, o desejável é sol ou meia sombra e substrato rico em matéria orgânica. "Quando transplantar para o local definitivo, deve juntar ao substrato um pouco de húmus para garantir boas florações", aconselha Teresa Chambel, arquiteta paisagista e blogger com vários livros de jardinagem publicados. Esta herbácea anual necessita de regas regulares para se desenvolver convenientemente.

3. Cravos-túnicos 

Também conhecidos pelo nome científico Tagetes patula constituem uma excelente opção para criar bordaduras floridas muito resistentes. Em termos de cores, o destaque vai para o amarelo, o encarnado e o cor de laranja. A época da floração é o outono e o inverno. Deve plantar em outubro e em novembro ou semear em setembro ou outubro. Faz excelentes tapetes floridos, pode utilizar-se em canteiros, bordaduras, vasos e floreiras.

Flores

No que respeita às condições de cultivo, exige locais virados a nascente ou a poente. "Esta planta gosta de sol e calor e não aguenta muito frio", sublinha, contudo, Teresa Chambel. "Quando planta ou semeia, deve utilizar-se um substrato bem drenado e fertilizado especial para plantas com flor", recomenda ainda a arquiteta paisagista e diretora da revista Jardins. Esta planta precisa de ter o solo sempre húmido.

4. Margaridas-inglesas

A Bellis perennis, como foi batizada, é uma herbácea anual indispensável nas bordaduras floridas para misturar com prímulas e amores-perfeitos. Esta variedade botânica tende a atingir uma altura que pode chegar, por vezes, aos 15 centímetros. As mais comuns são a branca, a amarela e a cor de rosa. No que se refere à época de floração, o outono e o inverno são os mais indicados. Plante em outubro e em novembro ou semeie em setembro.

As sementeiras para um outono (mais) florido

Esta planta faz excelentes tapetes floridos, pode utilizar-se em canteiros, bordaduras, vasos e floreiras. "No que se refere a condições de cultivo, os locais com meia sombra ou sol, com solo fértil, rico em matéria orgânica, bem drenado, são as melhores opções", sublinha Teresa Chambel, que deixa ainda outro conselho. "Use substrato para plantas com flor, bem drenado e com matéria orgânica. Necessita de regas regulares", refere.

5. Prímulas

A Primula acaulis, como os cientistas a batizaram, é uma planta indispensável para marcar o outono com uma floração exuberante. Atinge uma altura que, geralmente, não ultrapassa os 20 centímetros. Cor de laranja, amarela, encarnada, roxo, lilás, branca, rosa e azul anil são as cores mais comuns, surgindo nos jardins no outono e no inverno. Para melhores resultados, deve plantar em novembro e/ou semear em setembro.

As sementeiras para um outono (mais) florido

Muito usado em bordaduras floridas, vasos e floreiras, dá-se bem em locais com sol ou meia sombra. "Pode ser utilizada como planta de interior mas dura menos tempo do que no exterior. Utilize substrato para plantas com flor", sugere ainda Teresa Chambel. "Faça regas regulares, sem excesso de água", sublinha ainda a blogger e autora de livros como "Um jardim para cuidar", publicado pela editora A Esfera dos Livros.

6. Sapatinhos-de-vénus

Atingindo, em média, os 20 centímetros, a Calceolaria sp. é uma flor original que plantada em maciço consegue um efeito espetacular. As variedades mais comuns são a amarela, a encarnada e a cor de laranja. Floresce no outono e no inverno. "Esta é uma planta que deve ser plantada em outubro e em novembro. A sementeira deve, idealmente, ocorrer em setembro", esclarece Teresa Chambel, diretora da revista Jardins.

As sementeiras para um outono (mais) florido

Ideal para bordaduras floridas, vasos e floreiras, no que respeita a condições de cultivo, prefere locais voltados a nascente ou a poente. Gosta de ambientes com alguma sombra e prefere temperaturas amenas. Não aguenta muito frio. Pode ser utilizada como planta de interior. Quando se planta ou semeia, deve utilizar um substrato bem drenado e fertilizado especial para plantas com flor. Precisa de ter o solo sempre húmido.

Texto: Teresa Chambel (arquiteta paisagista, blogger e diretora da revista Jardins)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.