A Felicidade é algo que todos os seres humanos directa ou indirectamente procuram. Tendo ou não consciência disso. Sim todos procuramos a Felicidade, no entanto, se continuarmos agarrados aos registos com que nascemos e às crenças que adquirimos ao longo da nossa vida, vamos continuar a procurar a Felicidade fora de nós próprios.

Pensar que ficaria mais feliz se tivesse aquele telemóvel, aquele carro ou aquela casa, por exemplo são truques que a mente utiliza para não nos concentrarmos em nós. Quando conseguimos atingir “aquilo” com que andávamos a “sonhar”, verificamos que somos invadidos por um curto estado de euforia, que em muitas situações é mesmo muito curto. E, de repente, “aquilo”, já não nos dá qualquer satisfação e mais uma vez partimos em busca de outra coisa que nos venha preencher esse estado de insatisfação e que nos “traga Felicidade”.

Mas a Felicidade não é TER, a Felicidade é SER.

Veja na próxima página a continuação do artigo.

Só que isso é algo muito difícil de conseguir transmitir, numa sociedade voltada para o consumismo, criada com bases no “TER”. É mais fácil TER mas leva a profundos estados de vazio, numa vida de correria em que tudo parece acontecer de maneira autónoma, em que as pessoas parecem autênticas máquinas programadas. É claro que não pretendo transmitir que agora para encontrarmos a Felicidade temos todos de passar dificuldades, não é isso, todos temos o direito de gostar de TER aquilo que mais gostamos. No entanto, devemos sim mudar o sentido das coisas e em vez de o “TER” estar em primeiro lugar e só depois vir o “SER”, devemos começar a deixar o “SER” renascer dentro de nós e depois, completamente integrado, vir o “TER”.

É “urgente” aprender a SER. Ou seja, aprender a parar e estar consigo próprio, sem medo do que irá encontrar. Aprender a ter outro comportamento, aprender a não ser dominado pela mente, aprender a relaxar, aprender a agradecer, mas para tudo isto é preciso aceitar a mudança e por vezes essa é a parte mais difícil, devido aos condicionamentos que cada um adquiriu ou herdou.

Veja na próxima página a continuação do artigo.

Existem muitas maneiras para conseguir sair desses registos que não nos deixam “andar para a frente” e começar a Renascer para uma nova vida. Uma dessas maneiras é através da Terapia Bioenergética Quântica ou Terapia da Informação.

Cada organismo, célula, elemento ou órgão, possui uma frequência electromagnética única e identificável. São as perturbações no campo electromagnético do corpo que ao fim de certo tempo geram alterações que se vão manifestar em seguida ao nível de modificações bioquímicas.

O pensamento, sendo uma forma de energia emitida pela alma, quando impregnado de emoções negativas como as do medo, do ódio, da inveja, da maldade, do ciúme, pode causar o deslocamento dos electrões das suas órbitas atómicas, causando o sofrimento, as doenças e o fracasso.

Não conseguimos perceber, mas na realidade é isto que acontece dentro de nós e que nos pode levar a estados de mal-estar profundo em que parece que nada funciona.

Quando o campo magnético está em ordem, o corpo está saudável e quando está saudável tudo flui, tudo acontece na hora certa.

Veja na próxima página a continuação do artigo.

Esta terapia consiste na indução de frequências que vão reequilibrar o corpo permitindo-lhe encontrar o bem-estar aliado do equilíbrio saudável.

Através desta terapia, o ser humano vai conseguindo, gradualmente, aceitar as modificações que necessita fazer para definitivamente encontrar a Felicidade.

O pensamento mais comum é de que “Mudar dá muito trabalho”, é mais fácil continuar no mesmo registo, pois até já se está habituado a “sofrer”. É preciso perceber que nesta vida, tudo é conseguido através de trabalho, nada nos cai dos céus, não é ficando à espera que as coisas vêm ter connosco, por isso toca a “Acordar para a Vida”.

Seja através desta terapia, seja através de outra qualquer, o mais importante é mesmo dar o passo no sentido da mudança e aprender a conhecermo-nos melhor.

Não vale a pena continuar a criticar os outros e não fazer nada para se mudar a si próprio. É mais saudável aceitar o desafio de partir à descoberta da verdadeira Felicidade.
Fernanda Sousa

VEJA AS ENTREVISTAS COM A AUTORA NO CANAL SAPO ZEN:
CONVIDADA: FERNANDA SOUSA

   Maria Fernanda Sousa
Mestre Instrutor de Reiki
Terapeuta de Karuna Reiki
Terapeuta de Bioenergética Quântica

Com formação de base em Gestão de Marketing, desde bem cedo percebi que esse mundo de competição desenfreada não era onde me sentia bem. Em 1989 o Reiki surge pela 1ª vez na minha vida e vem provocar uma grande reviravolta em todo o meu Ser. Através dessa Energia de Amor consegui encontrar-me e decidi dar um novo rumo à minha vida. Grande parte da minha formação foi com Carlos Marques, o fundador da Escola Portuguesa de Reiki e é em 2004 que me torno Mestre Instrutor de Reiki segundo o Método de Reiki Tradicional. Ao longo destes anos tirei várias formações que me ajudaram a encontrar a complementaridade necessária ao praticante do Reiki, como Karuna Reiki, Massagem Ayurvédica, Reiki Kármico, Florais de Bach, Poder Avatar, o nosso Lado Sombra, Criança Interior, Auto-Estima, as Relações fonte de Crescimento Espiritual, Naikan a técnica Japonesa de “olhar para dentro”, as facetas do Ego, e Terapia Bioenergética Quântica. O chamado “Chamamento Interior” acho que o tive desde criança, no entanto, só quando experimentei o Reiki consegui compreender-me. Como todo o ser humano que diz estar no caminho do Bem procuro transmitir o que o que aprendi, o que penso e sinto em todos os seminários e workshops que organizo, bem como no atendimento individual e textos que escrevo. Sinceridade, Honestidade e Paz Interior são as minhas palavras preferidas.

Contactos:

templodecura@sapo.pt
mariafernandasousa@hotmail.com
Móvel: 962 556 898

Coordenação de Conteúdos:
Heloisa Miranda
email: sapozen@sapo.pt

Veja o programa SAPO Zenzen.sapo.pt

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.