Significado

De acordo com Eliphas Levi e Madame Blavatsky, Yesod é o plano subtil, o plano Astral que serve de base ao mundo físico. É chamado também de plano lunar. A Lua recebe a luz do Sol que, por sua vez, é representado pela séfira de Tiphereth que se localiza logo acima de Yesod. Essa imagem da Lua que é atribuída a Yesod é essencialmente fluida e com fluxos e refluxos que governam o Elemento Água. Um dos conceitos adequados para Yesod é que a idéia dessas águas fluídas do caos se reúnem e se organizam por meio de representações que foram desenhadas em Hod . Portanto, Yesod participa tanto da natureza da Mente ( Hod ) quanto da Matéria ( Malcuth ).

Mas nada podemos explicar separado do todo. Temos que nos relacionar com algo maior. O quinto elemento, o éter é atribuído a esta séfira. E aí voltamos ao Princípio das Correspondências: tudo aquilo que é manifestação como fenómeno físico, tem a sua contrapartida no Imanifesto. Assim como a Árvore tem o seu Imanifesto na Tríade de Ain, Ain Soph, Ain Soph Or. Ou, como dizia Platão, cada forma concreta tem uma correspondência no Mundo Arquetípico das Ideias.
Devemos conceber Yesod como o receptáculo das emanações de todas as outras séfiras e o mais próximo e imediato transmissor dessas emanações à Malcuth. Por este motivo, à Yesod é atribuído o campo das Emoções. Yesod é a base das nossas origens, a família a que pertencemos, nossa memória e o passado. Não só o passado dessa vida, como também das memórias anteriores, chamado de memória akashica. É também a área da fantasia e da imaginação. Representa a Fundação, a Fecundação, o Alicerce e o Ego. É nesta séfira que se localiza o Depósito das Imagens.

Mitologia

Todas as deusas lunares fazem parte da Mitologia atribuída a Yesod: Diana, a caçadora, Selene, Cibele, e também Hécate, que é a relacionada aos recônditos da alma humana. Para os celtas, Yesod, sendo o receptáculo, é a Taça, o Santo Graal. É a Durga para os hindus. Nas imagens cristãs, são as Madonas representadas com as luas aos pés.

Veja na próxima página a continuação do artigo: Conexão com a Astrologia

Conexão com a Astrologia

Na Astrologia Tradicional, é o satélite da Terra, a Lua, responsável pela Alma, pelas emoções e pelas origens. Na Astrologia Esotérica, a Lua é regente de Peixes, pela sua associação com os fluxos e refluxos das marés.

Características

• Chakra: Esplênico

• Símbolos: O Cálice

• Imagem Mágica: Um forte e belo homem nu

• Figura Arcangélica: Gabriel

• Experiência Espiritual: A visão do mecanismo do Universo

• Nome Divino: Shaddai El Hay

• Atributo: Estabilidade Emocional

• Vício: Ociosidade

• Nota Musical: Mi

• No Reino Animal: Lebre

• No Reino Mineral: a Prata (Metal) e a Pérola (Pedra)

• No Reino Vegetal: Jasmim, Lírio e Gingseng

• Quanto aos Corpos: Corpo Astral ou campo das Emoções

• Parte do Corpo Físico: Aparelho genital masculino e feminino

• Número: 9

Cores nos Quatro Mundos

• Cor Azimuth: Índigo

• Cor Briah: Violeta

• Cor Yetzirath: Púrpura

• Cor Assiah: Citrino salpicado de Azul

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.