As próximas semanas irão proporcionar uma autêntica limpeza nas relações, embora na verdade elas apenas sejam um veiculo para o realinhamento da energia feminina , a nossa capacidade de nos entregarmos de uma forma mais autêntica às nossas emoções, aos nossos campos de vulnerabilidade, às nossas inseguranças, à nossa intuição e como harmonizamos com a energia masculina , a nossa capacidade de reagir de forma equilibrada ou desequilibrada ao nosso mundo interior feminino... tudo irá depender da honestidade com que nos permitamos OLHAR internamente.

Então este momento pertence a todos Nós, Mulheres e Homens.

Por educação social os homens "habituaram-se a não sentir as suas vulnerabilidades, as suas inseguranças, a esconder de si próprios as suas verdadeiras emoções e as Mulheres adaptaram-se a condicionamentos sociais de permissividade do poder masculino... nada esteve errado, tudo fez parte de um percurso de separatividade e poder, mas tudo está em restruturação para um novo equilíbrio.

Se este momento não for integrado com esta consciência, de que estamos não a inverter papeis, mas sim equilibrar no nosso ser estas duas matrizes, poderá gerar nas mulheres zanga e nos homens desorientação...

Porquê???

Porque o momento é de encontrar a complementaridade individual primeiro.

Mulheres... porque ainda tenho medo de mostrar que sou frágil, que tenho medo de ser autónoma, pois se não se permitirem ter este contacto convosco próprias , poderá gerar uma zanga oriunda dos registos ancestrais de submissão.

Homens... porque têm medo de mostrar a vossa vulnerabilidade, a vossa sensibilidade, se não se permitirem ter este contacto intimo convosco podem ficar confusos e com a sensação de estar à deriva.

Simplesmente porque estamos a realinhar, reequilibrar as nossas duas polaridades.

Já não é possível projectar uma falsa imagem, ela irá ser desmontada por um pólo oposto mas complementar, ou seja , a nossa complementaridade interna e a forma como está organizada , irá ser espelhada de fora.

Deverá ser um momento de as mulheres verem onde projectam no masculino a zanga , pois são séculos de submissão para os homens sentirem e realinharem-se com a sua sensibilidade, pois são séculos a serem ensinados a não sentir, a viver sob crenças de que não faz parte da sua condição masculina serem vulneráveis.

Conselho a todos os casais , para integrarem a vossa complementaridade individual , deverão não viver este momento como uma divisão, mas sim como um resgate da vossa totalidade independentemente da forma que for conduzida a manifestação externa , pois isso não é a causa, mas sim a consequência, do que estava dentro de cada um.

Libertarem-se dos papeis que construíram para serem um produto digno do vosso género e não seres livres desses dogmas estereotipados.

Ao entrarem com esta entrega ao nosso realinhamento, mulheres e homens, irão puder elevar a vossa energia se não projectarem no complementar a zanga , ou a vulnerabilidade, serem sinceros e autênticos convosco próprios , o que derem a vós irá conectar-vos com uma elevação de energia que produzirá uma leveza no que sentirem e permitirem acontecer... não será um momento de ilusões de culpa , mas sim integração do que estão a libertar dessas velhas guerras onde homens e mulheres não podiam viver em complemento , mas sim formatados a um produto de regras e crenças.

Cabe a cada um se elevar além deste formato , para isso identificar onde está a reproduzir este holograma de divisão dentro de si e converter este momento numa consagração do seu ser .

Eu sinto onde me aprisiono no velho holograma e elevo-me pela honestidade , clareza e entrega.

Para os entendidos em astrologia vénus , marte e júpiter irão estar a fazer uma conjunção no signo de virgem e em trigono a plutão em capricórnio.

Ruth Fairfield

Incondicionalmente rendida ao Universo e às Leis da Vida.

Sobre a autora:

Ruth Fairfield é meu nome e considero-me uma cientista cósmica, pois os astros sempre me encantaram desde muito nova, dedico a minha vida a criar dinâmicas de consciência da influência evolutiva do mundo da energia cósmica e como podemos acompanhar toda a transformação interna , gerir o livre arbítrio, com o mapa da estrada da vida, a matriz astrológica, a impressão digital da nossa alma...

Fiz a formação de astrologia no Quiron, escola de astrologia gerida por Maria Flávia de Monsaraz, várias formações com Alan Oken, José Luis de Nascimento e outros...

Criei uma forma de mesclar todo o conhecimento de astrologia Esotérica, psicológica, kármica e médica e criar uma leitura do movimento da energia num sentido pratico e dinâmico de forma a ajudar as pessoas a conhecerem-se, criarem autonomia e gerirem a sua mudança... a criarem vitalidade, vontade e entrega na sua vida quotidiana…

 Ruth Fairfield

Incondicionalmente rendida ao Universo e às Leis da Vida....

 

 

Contactos:

Ruth Fairfield

966425493/914632063

www.eterhum.com

Sunshineruth@gmail.com

https://www.facebook.com/ruth.fairfield

 

 

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.