Todos sabemos como um momento em particular nas nossas vidas pode ser a fronteira que nos transporta para o lado bom e otimista dos dias. Quem não conhece uma história de encontro, de oportunidade, de resiliência, com o condão de concretizar sonhos? A história que Ana Cardoso nos conta, a sua história, é exemplo de que a escolha oportuna, no momento certo, tem o impacto positivo que todos procuramos.

Muito jovem, em 2005, Ana entrou para o exército. Um início de percurso que trouxe esperança, mas também as dificuldades inerentes a todos os começos. Na recruta, Ana auferia um baixo salário. Por seu turno, as despesas pesavam. No seu dia a dia a jovem recruta debatia-se com um orçamento reduzido e com a necessidade de fazer face a gastos incontornáveis. À recruta, cabia adquirir kits de camuflagem, essenciais para os treinos e, como tal, de compra obrigatória. Crescia a ansiedade de alguém que procurava equilibrar dois fatores inconciliáveis na época: o crescimento pessoal face às despesas que enfrentava.

“Os kits eram caríssimos, cerca de 10 euros cada unidade. Gastávamos um por dia”, desabafa Ana. Às despesas, acresciam outros essenciais nos equipamentos, como as botas. “Tinha de ter dinheiro para todas estas coisas”, acrescenta a nossa entrevistada. Para a recruta cada novo dia não era fácil. Ana viu, contudo, uma oportunidade de apaziguar a sua ansiedade no crédito pessoal. “Foi então que recorri à Cofidis”. Com um montante à medida das necessidades de Ana, o crédito contratado respondia aos anseios da jovem: flexível, mensalidades e prazo de pagamento, sem surpresas e com proteção.

A história que Ana Cardoso nos conta, a sua história, é exemplo de que a escolha oportuna, no momento certo, tem o impacto positivo que todos procuramos.

Ana respirava de alívio. Confiava o seu futuro imediato a um crédito que lhe minimizava riscos. Nos anos que se seguiram, Ana Cardoso precisou de recorrer à Cofidis uma segunda e terceira vezes. Para além de perceber a confiança transmitida pela empresa que opera desde 1996 no nosso país, Ana sentia que falava de pessoas para pessoas.

“Da terceira vez, em 2008, já tinha a minha casa comprada”, adianta Ana que ambicionava chamar “lar” ao seu novo cantinho de paz. Assim desejado, assim concretizado. Ana Cardoso pediu novo crédito à Cofidis e, em pouco tempo, comprou os móveis e eletrodomésticos que ambicionava.

Esta é uma história real, igual a milhares de outras histórias concretas que a Cofidis acredita ajudar a construir. No momento em que celebra um quarto de século em Portugal, a empresa já ajudou mais de um milhão de pessoas a concretizar projetos, numa relação sustentável e personalizada, em diferentes dimensões, da compra de automóvel, ao lançamento de um negócio, na prossecução dos estudos, ou para fazer face a despesas do quotidiano.  Tudo isto com a comodidade de um processo 100% online.

Ana Cardoso pediu novo crédito à Cofidis e, em pouco tempo, comprou os móveis e eletrodomésticos que ambicionava.

Há 16 anos, em 2005, Ana encontrou um crédito que se revelou um facilitador: a jovem não teve de pagar comissão de abertura; sabendo que a taxa e mensalidade fixa lhe garantia, no momento e no futuro, saber sempre quanto ia pagar por mês. Mais, dispunha de um seguro facultativo de proteção ao crédito que cobriria os encargos em caso de necessidade. Isto, sabendo que do outro lado da linha, estavam as pessoas e as soluções tecnológicas que, a todo o momento, poderiam esclarecer as questões associadas ao crédito presente e soluções futuras.

Um “consumidor informado é um consumidor feliz”, é nisto que a Cofidis acredita. Sobre a sua procura do crédito Ana é perentória: “sem dúvida, foi a melhor coisa que fiz”.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.