Dezembro é, provavelmente, o mês do ano em que existem mais transações, quer em compras de presentes, decorações para a casa ou mesmo em jantares. Com tantos gastos, se não houver uma boa gestão, o Natal pode trazer consigo algum mau estar financeiro.

Existem dicas fundamentais de poupança que podem fazer toda a diferença na gestão dos gastos associados a esta época. Desde a definição de um orçamento, à pesquisa pelos melhores preços, há muito que se pode fazer para garantir que esta quadra lhe traga apenas harmonia e felicidade, sem qualquer tipo de ansiedade financeira.

Neste artigo sugerimos-lhe 7 dicas para que passe este Natal sem dívidas.

1. Estabeleça um montante máximo

Antes de começar a fazer as suas compras de Natal, perceba que fatia do seu orçamento pode reservar para este fim. Faça uma análise à sua conta bancária e às poupanças que possa ter reservado para esta época.

Lembre-se de que os gastos não incluem apenas os presentes. Conte também com jantares, peças decorativas e todo o tipo de deslocações que vai precisar de fazer. Anote num documento todas essas despesas, compare com a sua situação financeira e estipule um teto máximo, ou seja, um limite que cubra todos os gastos e que não precise de ser ultrapassado.

Para passar o Natal sem dívidas, o seu orçamento deve ser ajustado unicamente à sua situação e tendo em conta as suas formas de financiamento juntamente com os gastos habituais (rendas, contas da casa, escolas das crianças, etc.). Os gastos fixos têm sempre prioridade e o que sobrar desta equação será aquilo que poderá dispensar.

2. Faça uma lista e não exceda o orçamento por prenda

Faça uma lista com tudo o que precisa de comprar, divida por categorias e enumere mesmo todas as pessoas a quem terá que oferecer prendas.

Com essa lista criada e pegando no orçamento que estipulou, defina quanto pode gastar por prenda. Para conseguir passar este Natal sem dívidas, é importante respeitar estes valores. Dois euros aqui, cinco euros ali, tudo somado vai dar um total que poderá ser prejudicial para a sua conta bancária.

3. Evite as compras por impulso

Organização e planeamento são duas palavras que nesta época fazem ainda mais sentido. Comprar por impulso é meio caminho andado para gastar mais do que pretendia por isso faça um planeamento.

Para se organizar, pesquise com antecedência as compras que quer fazer, compare lojas diferentes, procure os melhores preços e as melhoras formas de comprar (em lojas físicas ou online). Apesar de os saldos serem geralmente depois do Natal, as lojas oferecem muitas promoções para estimular as compras nesta época. Por isso, tire um bocadinho do seu tempo para procurar os melhores negócios.

É também importante não deixar as compras para o último minuto. A confusão nas lojas está diretamente relacionada com o stress e as pessoas tendem a comprar por impulso, o que pode por em causa o orçamento estipulado.

4. Vá às compras sozinho

Se o objetivo é cumprir um orçamento, é fulcral resguardar-se de todas as situações que o possam levar a cair em tentação. Por isso, faça as compras sozinho. Porquê? Imagine que opta por ir acompanhado dos seus filhos pequenos. Sem dar conta já comprou um brinquedo a mais ou um doce. É-lhe familiar esta situação?

O mesmo se passa se for acompanhado de algum amigo ou do companheiro. Eventualmente vão decidir descansar um pouco, beber um café ou fazer uma refeição no final da maratona de compras. Todos estes gatos são extras e vão fazê-lo ultrapassar o seu orçamento. Assim, se não tiver margem para deslizes, mantenha-se focado e faça as compras sozinho. Lembre-se: o objetivo é passar o Natal sem dívidas.

5. Ofereça cartões prenda

Os cartões prenda, ou cartões oferta, são opções que existem em inúmeras lojas e que podem ser carregados com o valor que desejar.

Esta pode ser uma boa opção para quem gosta muito dos produtos de uma loja específica e uma forma de garantir que não oferece algo que a outra pessoa não vai gostar, já que ela própria decide, mais tarde, o que comprar com esse dinheiro.  Além disso, como define previamente um montante fixo, consegue organizar mais facilmente o orçamento.

6. Evite utilizar o cartão de crédito

Quando sair para as compras, leve apenas dinheiro. Se não tiver cartões de crédito consigo não vai ter forma de gastar além do que estava programado. A verdade é que por mais vantajoso que possa parecer, quando não existe uma boa gestão deste tipo de cartões, é muito fácil acumular dívidas.

Quando faz compras a crédito não tem uma real noção do que já gastou e do que ainda lhe resta do orçamento. Além disso, quem não utiliza a opção de pagamento a 100% ainda está sujeito a juros que lhe serão debitados no mês seguinte, juntamente com todos os encargos do novo ano. A ideia é passar o Natal sem dívidas, e não as adiar para o mês a seguir. Por isso, controle as suas despesas com dinheiro ou cartão de débito, olhando regularmente para o extrato bancário.

7. Organize os jantares de Natal em casa

Mal entra dezembro começam os jantares de Natal: com os colegas do trabalho, com os amigos, família, etc. Na maioria dos casos o que acontece é fazer-se uma reserva num restaurante e organizar lá o jantar. Se tiver muitos eventos deste género, a soma de todas as faturas pode ser danosa para a sua economia familiar, por isso, porque não optar por realizar alguns dos jantares em casa?

Se o grupo não for muito grande, ou sempre que tiver condições em casa para receber as pessoas, ofereça-se para organizar o jantar ou apenas para ceder o espaço. O Natal é uma época de partilha, por isso, aproveitando o espírito de entreajuda da época, combine com os seus amigos uma divisão de tarefas. Cada um fica responsável por algo ou por levar algum alimento. Assim, com alguma organização não só poupam dinheiro como também passam momentos mais à vontade, livres das regras e de outras imposições associadas aos espaços públicos.

Siga estas dicas e garanta que esta época natalícia seja rica em momentos felizes, passados junto da sua família e amigos.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.