Chegou o sol e não posso ir para a praia: o que fazer?

Há pessoas que são excepção e que não gostam do Verão e dos seus atributos. No entanto, de forma geral, os dias de sol são aguardados todos os anos de forma marcada, sendo alvo da maioria do tempo de férias das pessoas.

Chegou o sol e, com este, os dias de calor. De forma mais ou menos certa, estes dias irão acompanhar-nos até ao fim do Verão.

Com o sol e o calor, o corpo começa a sofrer alterações fisiológicas e psicológicas, típicas da época em que estamos, pois o nosso cérebro está programado – e bem! – para estar mais activo quando há mais luz e a procurar outras actividades não rotineiras quando está mais calor. Apanhar sol, estar numa esplanada e beber algo fresco ou, simplesmente, aproveitar o bom tempo sem preocupações. Parecem actividades fáceis, mas que se tornam difíceis de encaixar numa agenda, cada vez mais, preenchida de ocupações e preocupações.

Quando a nossa atenção está centrada em algo que nos parece mais potenciador de bem-estar e/ou mais prazeroso do que a actividade que estamos a realizar no momento, o que estamos a fazer tornar-se-á percebido como obrigação, pois a nossa motivação passou de uma actividade para outra. Com a carga profissional comum, associada à impossibilidade de usufruir de forma diária ao sol e ao calor, poderá desenvolver-se uma desmotivação e frustração para o trabalho e, mesmo, para a rotina diária.

Para que estes sentimentos não ocorram e para que possa aguentar até às férias, há pequenas alterações de rotina que pode criar e que lhe permitirão usufruir do bom tempo no dia-a-dia.

Não estacione à porta do trabalho

Se vai de carro para o trabalho, experimente estacionar um pouco mais longe da porta. Ou se vai de transportes, saia na paragem anterior. Isto irá permitir que ande um pouco ao sol, mesmo que seja a ir ou a sair do trabalho. Verá que chega mais contente e com outra disposição. Além de ser um óptimo exercício, andar permite criar uma actividade entre o corpo e a mente, enquanto o permite aproveitar o bom tempo.

Almoce em esplanadas

Utilize a sua hora de almoço para estar ao sol. Mesmo que seja a única hora em que não se encontra num local fechado a trabalhar, esta pode ser uma boa oportunidade para usufruir do bom tempo, almoçando numa esplanada, por exemplo. Existem vários locais, muitos por conhecer, que são óptimos para se abstrair das preocupações do trabalho, mesmo que por apenas uma hora durante a sua refeição.

Trabalhe em espaços ao ar livre

Se possível, trabalhe em espaços que lhe permitam apanhar sol. Seja a escrever, ler ou com o computador, existem várias formas de trabalhar usufruindo do bom tempo, vendo boas paisagens e relaxando enquanto trabalha. Diversificar estes locais poderá, também, ser importante para que este momento prazeroso não se torne rotina.

Local solarengo em casa

Procure um espaço em sua casa onde o sol surja de forma abundante. Tente que esse local se torne no seu espaço de trabalho em casa. E se não for trabalho, aproveite-o para ler, ouvir música ou, simplesmente, estar e aproveitar. Encontrar a novidade no que já conhecemos é das melhores sensações de prazer que podemos ter.

Estes são pequenos exemplos de alterações acessíveis a todos que podem contribuir para a nossa satisfação diária com o que fazemos. O nosso bem-estar sairá, certamente, fortalecido por estes pequenos momentos que funcionam como motivadores, pois estamos a cuidar de nós ao mesmo tempo que fazemos algo que gostamos.

Não deixe só para as férias aquilo que pode fazer em mais de metade do ano!

Tiago A. G. Fonseca

Psicólogo Clínico

www.psinove.com

artigo do parceiro:

Comentários