A Organização Mundial de Saúde (OMS) terá uma reunião de urgência, esta segunda-feira, sobre o vírus, que é transmitido aos seres humanos pela picada de mosquitos infetados e está associado a complicações neurológicas e malformações em fetos, como a microcefalia, não se transmitindo de pessoa para pessoa.

Segundo a OMS, a doença está a propagar-se "de forma explosiva" pelo continente americano, com três a quatro milhões de casos esperados este ano, dos quais 1,5 milhões no Brasil, o país mais afetado.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) indicou que os sintomas e sinais clínicos da doença são, em regra, ligeiros: febre, erupções cutâneas, dores nas articulações, conjuntivite, dores de cabeça e musculares.

Leia também: 10 coisas que precisa de saber sobre o vírus Zika

O risco de importação do vírus Zika na Europa aumentou, mas a possibilidade de se propagar pelo continente durante o inverno permanece “extremamente baixa”, considera a delegação europeia da Organização Mundial de Saúde

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.