O Laboratório de Biologia Química e Biotecnologia Farmacêutica do Instituto de Medicina Molecular de Lisboa (IMML) vai coordenar uma equipa de cientistas europeus na implementação de um tratamento inovador contra o cancro que tem como particularidade atingir as células cancerígenas sem causar danos às células saudáveis.

O projeto tem como finalidade a criação de uma nova classe de moléculas, impulsionando e conjugando a ação dos fármacos oncológicos e dos anticorpos, com o intuito de melhor direcionar os medicamentos no combate às células cancerígenas.

Gonçalo Bernardes, coordenador do projeto, refere que a pesquisa pretende encontrar uma solução para contornar os atuais obstáculos que impedem os medicamentos de “distinguir a célula saudável de uma célula cancerígena".

A nova terapia permitirá aumentar a concentração dos compostos tóxicos no tumor sem provocar danos às células saudáveis, aumentando também a eficácia do tratamento e o combate às células cancerígenas.

A equipa será constituída por dezenas de investigadores de diferentes instituições académicas e laboratórios.

PIPOP

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.