Paulo Macedo falava aos jornalistas no final do debate sobre o “SNS: erros do passado e desafios do futuro", que decorreu na Assembleia da República, tendo negado a falta de camas em Lisboa para doentes queimados.

Isto porque nos últimos dias foram transferidos doentes que sofreram queimaduras em acidentes em Lisboa, o que, aliás, motivou uma pergunta de João Semedo, do Bloco de Esquerda, ao ministro, ainda durante o debate.

Aos jornalistas, Paulo Macedo começou por lembrar que este tipo de resposta é “altamente diferenciado” e que só existe “nos hospitais onde deve existir”.

“A rede está a funcionar”, disse, recusando a ideia de “polinização” de serviços de queimados.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.