A menina britânica foi diagnosticada com um tumor ósseo no osso do fémur da perna esquerda. A gravidade da patologia obrigou à amputação do membro, uma vez que a quimioterapia não teve os resultados esperados.

Amelia, que vive em Tamworth, no Reino Unido, espera poder voltar a dançar em breve, graças a um procedimento raro e complexo, conhecido como rotoplastia. Os médicos reimplantaram a parte inferior da sua perna ao contrário.

Conhece alguém com cancro? Faça-lhe um grande um favor e não diga isto
Conhece alguém com cancro? Faça-lhe um grande um favor e não diga isto
Ver artigo

"Quando me olho ao espelho, parece estranho que a perna esteja ao contrário, mas, quando olho para a perna, parece normal", explica Amelia à radiotelevisão britânica.

Aprender novamente a andar

Esta menina de 7 anos ainda está a aprender a usar a "nova perna" em sessões de fisioterapia. Tal permitir-lhe-á aumentar a mobilidade e colocar uma prótese no futuro.

"Não me sinto como se fosse diferente, mas é diferente quando preciso de me movimentar, porque é tudo ao contrário", descreve.

Segundo a BBC, a família admite que o reimplante da perna foi uma escolha simples de fazer. "Foi a melhor opção para nós", diz a mãe, Michelle Eldred. Mas "com uma perna prostética, ela voltará a fazer tudo o que sempre amou", acrescentou.

Amelia vai ainda fazer dois meses de quimioterapia para combater o osteossarcoma. A "sua nova perna" faz com que a menina se mantenha otimista. "Somos as melhores amigas", disse à BBC.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.