A notícia é avançada pelos meios de comunicação social na China.

O vírus ter-se-á propagado devido à reutilização de agulhas num hospital de Hangzhou, na província chinesa de Zhejiang, informam as autoridades locais.

As infeções terão ocorrido a 26 de janeiro, mas o governo só agora emitiu um comunicado a assumir o "grave incidente médico".

O clínico em causa terá reutilizado material médico em vários pacientes, depois de ter tratado um doente infetado com o vírus da Sida.

Nas redes sociais, o tema está a ser amplamente comentado, com os utilizadores a questionarem o cumprimento dos protocolos de segurança e higiene nos hospitais e a avançarem a possibilidade de haver outras pessoas silenciosamente infetadas, escreve o Independent.

Saiba mais: Os 16 sintomas mais comuns do VIH/Sida

Leia ainda: O sexo oral transmite Sida? 10 dúvidas frequentes

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.