O presidente do conselho de administração dos CHUC, Martins Nunes, congratulou-se por ter sido "possível juntar, hoje, pela primeira vez, todos os hospitais da Região Centro numa mesma missão, com o mesmo objetivo e num mesmo protocolo de colaboração para o bem dos doentes".

"Estamos muito esperançados neste novo tempo que hoje começa e temos a certeza de que o Governo nos irá ajudar a consolidar as nossas instituições, tornando-as mais robustas para enfrentar os desafios que se colocam, seja no acesso atempado, na inovação, na capacidade para nos tornarmos cada vez mais eficientes e mais próximos dos cidadãos", disse o responsável, numa cerimónia presidida pelo ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes.

A Região Centro tem 85 centros de saúde e 10 hospitais, perfazendo um total de 4.712 camas hospitalares e mais de 2.000 camas de cuidados continuados.

"O conjunto de protocolos que hoje aqui assinamos reforça a coesão entre as instituições e dá um sinal muito positivo da nossa ambição em estar na linha da frente", sublinhou Martins Nunes, salientando que o CHUC, "hospital português com maior número de Centros de Referência, passa a ser uma mais-valia para os restantes hospitais da Região".

Projetos de investigação

Além de envolver os 10 hospitais do Centro, os protocolos de cooperação assinados abrangem ainda projetos de investigação, um deles para estudar o impacto de células estaminais na recuperação de vítimas de AVC.

Este projeto envolve, além do CHUC, o Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra (CNBC), o Hospital Rovisco Pais e a Crioestaminal.

A investigação consiste no desenvolvimento de um ensaio piloto para avaliar o efeito terapêutico de células estaminais em pacientes com AVC [acidente vascular cerebral] e testar também o efeito terapêutico de derivados de células em ensaios pré-clínicos [teste em modelos animais].

O CHUC vai também cooperar com o Serviço Regional de Saúde da Região Autónoma da Saúde, que hoje esteve representado na cerimónia pelo secretário de Estado Regional, através de 16 médicos ortopedistas e oito anestesistas.

Os médicos vão deslocar-se à Madeira todos os fins de semana, em grupos de três: dois ortopedistas e um anestesista.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.