Com 2,3 milhões de infeções por gonorreia, clamídia e casos de sífilis, 2017 marca o quarto ano consecutivo de aumento de DST, segundo os Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC).

As 8 doenças sexualmente transmissíveis mais perigosas (e fáceis de apanhar)
As 8 doenças sexualmente transmissíveis mais perigosas (e fáceis de apanhar)
Ver artigo

O número de infetados com gonorreia (causada pela bactéria gonococo) aumentou 67% de 2013 para 2017 e quase duplicou entre homens.

No caso da sífilis, o aumento foi ainda maior e afeta 70% dos homens que mantêm relações sexuais com outros homens.

Clamídia, a mais comum, afeta mais mulheres jovens

A clamídia continua a ser a infeção mais comum, com 1,7 milhões de casos diagnosticados em 2017; 45% dos casos foram observados em mulheres entre os 15 e os 24 anos.

"Estamos a retroceder", adverte Jonathan Mermin, diretor dos CDC para o VIH/Sida, hepatites virais e DST.

As três infeções podem ser facilmente curadas com antibióticos, mas a maioria das pessoas não sabe que foi contaminada e não é tratada, o que pode provocar consequências graves, como infertilidade.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.