“Este é o primeiro caso de infeção confirmada de animais de cativeiro com o vírus SARS-CoV-2 na Polónia”, disseram os investigadores da Universidade de Medicina de Gdansk que trabalharam em cooperação com veterinários.

Os casos de coronavírus foram detetados numa fazenda de criação de visons (ou martas) na região da Pomerânia, no norte da Polónia.

As descobertas dos cientistas polacos surgiram dois dias depois do Governo francês ter ordenado o abate de todos os visons de um cativeiro depois de uma análise ter mostrado que uma versão mutante do novo coronavírus estava a circular entre os animais.

Na Dinamarca, uma mutação do vírus foi encontrada em mais de 200 pessoas infetadas por visons, tendo o Governo decidido abater 15 milhões de animais.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.