“Está novamente autorizado o gozo de férias pelos profissionais de saúde desde que seja acautelado o normal funcionamento do serviço, tendo em conta a necessidade de manutenção da prontidão de resposta a um eventual aumento de incidência de covid-19 em Portugal”, anunciou hoje António Lacerda Sales, durante a conferencia de imprensa de atualização de informação relativa à infeção pelo novo coronavírus.

A decisão do Ministério da Saúde é anunciada no Dia Internacional do Enfermeiro, profissionais que hoje foram saudados por António Lacerda Sales pelo trabalho que têm desenvolvido.

“Consciente de que é preciso devolver alguma normalidade à vida dos enfermeiros e dos profissionais de saúde, o Ministério da Saúde decidiu revogar o despacho de 15 de março que restringia o gozo de férias dos profissionais de saúde de forma a que não fosse posta a prestação de cuidados de saúde durante a pandemia”, acrescentou o responsável.

António Sales lembrou que existem mais de 46 mil enfermeiros no Serviço Nacional de Saúde e que cerca de 800 foram contratados no âmbito da pandemia.

Portugal regista hoje 1.163 mortes relacionadas com a covid-19, mais 19 do que na segunda-feira, e 27.913 infetados, mais 234, segundo o boletim epidemiológico divulgado hoje pela Direção Geral da Saúde.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.