Em conferência de imprensa no aniversário do lançamento da ferramenta ACT de aceleração da produção e distribuição de vacinas, o diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, afirmou que é "preciso que os países e empresas que controlam recursos que podem salvar vidas que os partilhem".

Isso significa "partilhar os recursos financeiros para subsidiar completamente o ACT", partilhar doses de vacinas "para proteger quem está mais em risco, não só os mais ricos" e "ser transparente sobre doações bilaterais de doses de vacinas, para que se saiba quem tem o quê".

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.