Desde o início da pandemia, o país somou 684.113 casos, que resultaram em 72.179 mortos.

O balanço diário sobre o novo coronavírus SARS-CoV-2 apresentou um aumento de 0,46% nas infeções e de 0,28% nos óbitos, em relação aos números do dia anterior.

O Ministério da Saúde mexicano indicou que 75.522 casos suspeitos aguardam os resultados dos testes efetuados, com as autoridades a calcularem que pelo menos 40% serão positivos.

A doença causada pelo novo coronavírus é já a quarta causa de morte no México, atrás das doenças cardíacas, da diabetes e do cancro, de acordo com o Instituto de Estatística e Geografia mexicano (INEGI).

O México é o sétimo país com o maior número de infeções e o quarto em óbitos, atrás dos Estados Unidos, do Brasil e da Índia, de acordo com a Universidade norte-americana Johns Hopkins.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 943.086 mortos e mais de 30 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.