"Perante a situação de surto, foi determinada a ativação do plano de contingência nível 2, com ações específicas implementadas nas unidades da instituição, por forma a separar os utentes identificados", refere um comunicado da unidade hospitalar, enviado hoje à agência Lusa.

Devido à existência de casos positivos, teve início segunda-feira a realização de testes a todos os utentes e aos mais de 40 profissionais de saúde, que continuam a ser efetuados "aos restantes profissionais prestadores diretos de cuidados".

Segundo a administração do Hospital, foi definido um piso exclusivo para os doentes positivos, com uma equipa dedicada e circuitos específicos, reservando os outros dois pisos para restantes doentes internados.

O plano de vacinação em curso foi temporariamente suspenso, em articulação com as entidades responsáveis, e o Serviço Domiciliário também interrompeu a atividade.

"O Hospital Arcebispo João Crisóstomo continua a monitorizar e acompanhar a situação mantendo, à data, a restante atividade assistencial, nomeadamente a atividade cirúrgica, MCDT (exames) e consulta externa", adianta o comunicado.

A unidade hospitalar salienta a necessidade do cumprimento das recomendações das autoridades de Saúde, através do uso de máscara, lavagem frequente de mãos e cumprimento do distanciamento social, restringindo os contactos sociais ao estritamente necessário.

"O sucesso do combate a esta pandemia depende do compromisso que cada um de nós deve assumir para a sua proteção e dos que os rodeiam", sublinha o comunicado.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.