“Todas as condições estão a ser criadas. Amanhã [terça-feira] vai começar a formação dos agentes de vacinação”, anunciou o médico guineense.

O início da campanha de vacinação começa em 02 de abril, com os profissionais de saúde, mas oficialmente a campanha só é lançada no dia seguinte.

Plácido Cardoso falava na conferência de imprensa semanal sobre a evolução da pandemia provocada pelo novo coronavírus no país.

A Guiné-Bissau regista um total acumulado de 3.634 casos, incluindo 61 vítimas mortais.

Atualmente, há 627 casos ativos no país e a taxa de letalidade é de 1,7.

Na última semana foram registados 66 novos casos de covid-19 no país, mas Plácido Cardoso salientou que “há uma greve na função pública que tem tido repercussões na testagem”.

O Setor Autónomo de Bissau continua a ser a região do país com mais números de casos e mortos e os bairros da capital mais afetados são o Bandim, Antula, Bairro Militar, Cuntum e Praça.

Nas declarações aos jornalistas, o médico guineense recordou que a luta contra a covid-19 é uma “responsabilidade” de todos.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.784.276 mortos no mundo, resultantes de mais de 127 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.