Os números do Ministério da Saúde espanhol revelam ainda um aumento de 8.189 no número de infetados.

Desde o início da pandemia, o país registou um total de 72.248 casos de COVID-19, dos quais 5.690 morreram e 9.375 tiveram alta e são considerados como curados.

Na totalidade do país estão ou estiveram 40.630 hospitalizados e 4.575 pessoas estão ou já estiveram em unidades de cuidados intensivos.

Mais de 600.000 casos do novo coronavírus foram oficialmente declarados em todo o mundo desde o início da pandemia, estando confirmadas quase 29 mil mortes, segundo um levantamento feito hoje pela agência de notícias AFP de fontes oficiais.

Pelo menos 605.010 casos de infeção, dos quais resultaram 27.982 mortes, foram detetados em 183 países e territórios, em particular nos Estados Unidos (104.837 casos, dos quais 1.711 mortes), na Itália (86.498), o país mais atingido em número de mortes (9.134), e na China (81.394 casos, dos quais 3.295 mortos), o foco inicial do contágio.

No entanto, o número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do número real de infeções, com um grande número de países agora a testar apenas os casos que requerem atendimento hospitalar.

Dos casos de infeção, pelo menos 124.400 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.