Estas palavras foram proferidas por António Costa numa sessão nas instalações da ‘task force’ para a vacinação anti-covid-19 em Oeiras, em que esteve presente a diretora Geral da Saúde, Graça Freitas, e em que o Governo se fez representar pelos ministros de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, da Saúde, Marta Temido, e da Defesa, João Gomes Cravinho.

“O contributo das Forças Armadas foi essencial. E é justo aqui referir que o vice-almirante e toda a sua equipa, com elementos dos três ramos, reforçou a ideia fundamental de que o país reconheça o quanto é fundamental o investimento nas Forças Armadas” declarou o líder do executivo.

O primeiro-ministro assinalou depois que a missão das Forças Armadas, no presente, “não é felizmente fazer a guerra, mas garantir a paz e em paz poder assegurar o funcionamento das estruturas fundamentais do país”.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.