Abu Dhabi, um dos sete emirados que integram a federação, não anunciou oficialmente a vacinação aos visitantes, mas as autoridades disseram num comunicado muito breve emitido a 11 de junho que as vacinas gratuitas contra o coronavírus foram aprovadas para todas as pessoas que possuem um "visto de entrada".

Até agora, apenas os cidadãos e os residentes permanentes eram vacinados nos Emirados, cuja população é formada aproximadamente por 90% de expatriados.

A aplicação da Autoridade Sanitária de Abu Dhabi, Seha, oferece agora uma opção para que os visitantes recebam a vacina alemã-americana Pfizer/BioNTech ou a vacina do laboratório chinês Sinopharm.

As pessoas com visto emitido por Abu Dhabi ou um passaporte "que dá direito a um visto na chegada" podem inscrever-se no Seha para serem vacinadas, diz o aplicativo.

O Comité de Abu Dhabi, encarregado de administrar a crise de saúde, também anunciou em meados de junho a possível vacinação de pessoas cujos vistos de residência ou de entrada expiraram, "pela sua segurança e saúde e tendo em conta as circunstâncias excepcionais da pandemia."

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.