Numa nota enviada às redações, o Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca (conhecido como Amadora-Sintra) explica que o encerramento do serviço de urgência pediátrica decorre entre as 20:00 e as 08:00.

“Este encerramento temporário, decidido em articulação com as autoridades de saúde, é uma medida de prevenção, dado terem sido identificadas ocorrências de infeção com COVID-19″, acrescenta a unidade hospitalar.

Em caso de necessidade, durante os períodos de encerramento, os utentes deverão recorrer aos serviços de urgência do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (Hospital de Santa Maria) e do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Central (Hospital de Dona Estefânia).

A COVID-19, causada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, é uma infeção respiratória aguda que pode desencadear uma pneumonia.

Os últimos dados da Direção-Geral da Saúde (DGS) relativos à situação epidemiológica nacional registam 100 mortos e 5.170 casos de COVID-19.

Das 5.170 pessoas infetadas pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2), a grande maioria (4.752) está a recuperar em casa, 418 (mais 64) estão internadas, 89 (mais 18) dos quais em Unidades de Cuidados Intensivos.

Portugal, onde o primeiro caso foi confirmado a 02 de março e que está em estado de emergência até quinta-feira, entrou já na terceira e mais grave fase de resposta à doença COVID-19 (Fase de Mitigação), ativada quando há transmissão local, em ambiente fechado, e/ou transmissão comunitária.

Detetado em dezembro de 2019, na China, o novo coronavírus já infetou mais de 600 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 28 mil.

Dos casos de infeção, pelo menos 124.400 são considerados curados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.