Pamela Anderson continua ativa e ligada a uma das causas que tem vindo a defender nos últimos anos, nomeadamente, a defesa dos direitos dos animais. Segundo a imprensa internacional, a atriz de ‘Marés Vivas’ fez questão de mostrar à atual Primeira Dama que o uso de peles verdadeiras era desnecessário e que existiam alternativas.

“Está a ser um período político muito dinâmico e tem havido muita negatividade da América. Pensei que talvez pudesse fazer algo de positivo que produzisse uma mudança”, refere numa entrevista, onde conta que enviou um casaco de pele falsa a Melania Trump.

Anderson elogiou também Melania por não ter usado pele verdadeira na tomada de posse de Donald Trump como Presidente. “Ela vai ser um modelo a seguir”, garantiu a atriz de 49 anos. “Vai-se tornar num ícone de moda e espero que ela o use [o casaco]”, acrescenta.

Segundo consta, a peça de Melania foi produzida na Rússia. “Não há razão para magoar animais por causa de coisas que queremos vestir, apenas por diversão (…) É mais chique, elegante usar algo que mostre a nossa compaixão – especialmente para os mais jovens que já não usam peles por ser antiquado e cruel”, termina.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.