Mónica Sintra deixou a emoção tomar conta do seu coração e traduziu em palavras o aperto gigante que sente no peito por estar há quase dois anos afastada do palco devido à pandemia da Covid-19.

"O futuro. O futuro que precisamos. Que eu quero. Que nós queremos. É cada vez mais difícil crer nesse futuro", começa por declarar a artista num longo e sentido desabafo partilhado na sua conta oficial de Instagram.

"Andamos mais para trás do que para a frente. Por egoísmo e por pressa. Por ter que mostrar que é feito, mas sem nada fazer. Não dou concertos há quase dois anos. Dei a minha vida à música e agora vejo-a roubada. A vida. Porque a música continua", afirma, mostrando-se desanimada e a perder a esperança de que tudo irá ficar bem.

"A luz ao fundo do túnel teima em apagar-se. E, mais uma vez, por egoísmo. Por falta de apoio. Por falta. De tudo. E pela presença de nada", termina, referindo-se, provavelmente, ao aumento de casos da Covid-19 e ao recuar nas medidas que podem evitar o avançar da doença.

Leia Também: Bárbara Bandeira lembra Sara Carreira em momento inesperado: "Eterna"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.