“É desconfortável, mas é saudável”. É desta forma que Jada Pinkett Smith descreve como tenta manter a intimidade sexual com o marido, o ator Will Smith, após décadas de casamento com recurso a muita comunicação.

A atriz, de 50 anos admite que é “difícil” manter a vida sexual com Will após tantos anos e afirma que tenta manter a comunicação com o marido.

As declarações íntimas foram reveladas num programa de conversa denominado 'Red Table Talk', feito no Facebook, com Gwyneth Paltrow como convidada.

“O que Will e eu conversamos muito é sobre a jornada. Começámos nisto muito jovens, 22 anos”, disse abertamente. “[Pensamos] Bem, se me ama, deveria saber. Se me ama, deveria ler minha a mente (...) é uma grande armadilha”, assume.

A atriz afirma que a comunicação é a chave e que tenta fazê-lo com Will, mesmo que seja desconfortável por vezes.

Em setembro, o casal mediático já tinha assumido que vivia um casamento aberto e não praticava a monogamia. Para Jada, o casamento não-convencional era mais natural uma vez que tinha familiares com esse tipo de relacionamento.

Jada e Will casaram em 1997 e têm dois filhos em comum.

Leia Também: Will Smith numa relação aberta. "O casamento não pode ser uma prisão"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.