No espaço de poucos dias, o ator John Travolta foi acusado de assédio sexual por dois massagistas, ambos homens, que exigem indemnizações milionárias em tribunal.

O primeiro dos queixosos assegura que Travolta tentou fazer sexo com ele, depois de lhe ter pago 200 dólares por uma massagem de uma hora.

Segundo os documentos da acção apresentada num tribunal de Los Angeles, o ator levou o massagista para uma cabana do hotel Beverly Hills e, em dado momento, propôs-lhe uma “massagem invertida”, tendo-lhe tocado no pénis com a intenção de masturbá-lo.

O massagista afirma que afastou Travolta, dizendo-lhe que não fazia sexo com os clientes, e o ator chamou-lhe “perdedor”, pagou o dobro do combinado e foi-se embora.

Ontem, terça-feira, um segundo massagista avançou também com uma acção judicial, por motivos semelhantes, na qual exige uma indemnização de 2 milhões de dólares.

O ator ainda não se pronunciou sobre estes casos, mas o seu advogado, Martin Singer, já veio dizer que as duas acusações são “inventadas, ridículas e absurdas”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.