Esta terça-feira, a modelo Lili Reinhart, de 28 anos, recebeu o prémio Variety + H&M Conscious Award, em Hollywood, e tornou-se um dos destaques da noite com com as palavras que discursou quando subiu ao palco, onde estavam também Julianne Hough, Shawn Mendes e Ariel Winter.

Lili falou sobre a pressão causada pela fama e de como é difícil fazer prevalecer uma personalidade sob tanta especulação e ondas de críticias.

"Estou muito honrada. Como atores, músicos e pessoas com uma plataformas digitais, somos frequentemente chamados para sermos bons modelos e darmos um bom exemplo. Com a expectativa de sermos ídolos perfeitos, os nossos erros são frequentemente amplificados, as nossas escolhas são criticadas e nossas palavras são escrutinadas. Essa noção assustou-me durante um longo tempo, porque eu sei que não sou perfeita e sabia que nunca iria corresponder a essa expectativa perfeita", começou por dizer no seu discurso.

"Poucos influenciadores estão realmente dispostos a falar sobre as suas falhas e essa é uma ideia que eu gostaria de desafiar. Foi quando eu percebi que era importante permanecer autêntica: imperfeita, mas ainda mais poderosa", acrescentou.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.