Joana Machado Madeira resolveu no Dia Internacional contra a Homofobia, a Transfobia e a Bifobia explicar à filha mais velha, Leonor, de oito anos, o significado desta data.

A explicação da esposa de Eduardo Madeira levou a menina a contar à mãe uma situação de preconceito a que assiste frequentemente na escola.

Leonor revelou à mãe que "há uma amiga que costuma chamar de menina a um menino só porque ele gosta de dançar e de brincadeiras de meninas".

"Fiquei sem chão. Como assim com oito anos os miúdos já dizem isto", lamentou a atriz.

"Disse à Leonor para não voltar a deixar isto a acontecer. Se voltarem a chamar este menino de menina diz à tua amiga para parar. E ainda lhe disse: sê sempre amiga desse menino, um dia ele poderá ser mais teu amigo (tenho a certeza por experiência própria) que qualquer menina que encontres", termina, convicta de que passou à filha um ensinamento positivo.

Leia Também: Joana Machado Madeira destaca gesto solidário da filha

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.