Este domingo, dia 5, Igor Sanchez, ex-namorado e pai da filha de Joana Diniz, a pequena Valentina, fez uma publicação na sua conta de Instagram onde falou do seu papel de pai. Estas foram palavras que surgiram depois da mãe da ex-concorrente da 'Casa dos Segredos' ter anunciado que Igor se preparava para ser pai novamente, não deixando de tecer críticas quanto à forma como este lida com a neta.

"Sou uma pessoa normal, aqui estou eu e a minha filhota... Vivo do meu trabalho e batalho todos os dias para alcançar os meus sonhos e os objetivos a que me proponho. Tenho uma vida normal e amo os meus filhos de coração!", afirmou o personal trainer na referida publicação.

"Tal como qualquer outra pessoa, arrependo-me de algumas escolhas do passado mas vou aprendendo com os meus erros com a certeza que aos poucos me vou tornando numa pessoa melhor!", admite.

"Também há os que vivem presos ao passado (apesar de tentarem mostrar que não), mostrando constantemente as suas frustrações e rancores! Quem tem paz no coração demonstra-o mas, infelizmente, quem tem ódio e rancor também o faz! Esses são os que nunca conseguirão ser felizes... Os que não são capazes de virar a página e serem verdadeiramente felizes!", sublinhou.

A resposta chegou algumas horas depois por parte da própria Joana Diniz, também através de uma publicação na mesma plataforma, onde esta partilhou uma imagem da menina ao colo do atual namorado.

Referindo-se diretamente ao pai da filha, a ex-concorrente da 'Casa dos Segredos' adianta, ironicamente, que este "não lhe tem dado grandes dores de cabeça", explicando porquê em seguida: "porque me tem feito o favor de ser pouco ou nada interessado e ainda menos presente".

Depois lamenta: "Já houve um tempo em que sentia pena não por mim, mas porque sentia que era a única falha que tive com a minha filha, não ter tido inteligência para lhe escolher melhor".

"Não, não vou fazer de conta que não sei as palavras que essa pessoa escreveu e a quem se dirigem a mim. Porque, infelizmente, já estou habituada a que essa frustração que tanto aponta aos outros lhe sai afinal do próprio peito", acrescenta.

Posteriormente, e falando para todas as mães que também estão sozinhas com os filhos, Joana evidencia uma série de situações em que se viu sozinha com a menina, dando conta que o pai apenas a visitava alguns fins de semana, quando assim lhe dava jeito. "Dá um baque no estômago e faz-nos ter nojo da podridão de caráter", argumenta.

Mas não se ficou por aqui. "Existem incumprimentos facilmente prováveis (...) mas facilmente se prova como um pai 'tão extremoso' não se lembra durante meses que a sopa ou o leite de uma filha não pode faltar um único dia...".

Entretanto, completa: "O meu namorado é a figura paternal diária, que não quando os coachings estão muito ocupados para poderem ser pais não falha. Agora digam-me que frustração é a minha? Que os ausentes permaneçam ausentes e agradeço todos os dias a Deus porque 'das maiores lixeiras saem os maiores tesouros', como a minha Valentina".

Leia Também: 7 meses depois de ter sido pai, 'ex' de Joana Diniz vai ter outra filha

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.