Jim Carrey dedicou o seu romance, 'Memoirs and Misinformation', ao irmão, John Carrey, que morreu em 2019 de anemia aplástica.

No episódio desta quarta-feira do 'Daily Show', o ator, escritor e comediante disse ao apresentador Trevor Noah a razão que o levou a dedicar o livro ao familiar.

"Queria que o mundo soubesse que tinha um irmão muito especial", disse Carrey, recordando a luta de John contra a doença, referindo que ele encarou a mesma "como um campeão" ao longo de toda a sua vida e nunca permitiu que o limitasse.

O ator lembrou o irmão não apenas pela sua força, mas também pelo amor e apoio que deu à família. "Ele criou uma família linda e criou oportunidades maravilhosas", afirmou. "Era um pai muito dedicado", destacou.

Além disso, Jim recuou até aos tempos da sua juventude e recordou alguns dos momentos que passou com John. Veja tudo na publicação abaixo:

Siga o link

Leia Também: Jim Carrey diz que Renée Zellweger foi "o amor da sua vida"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.