O processo colocado por Johnny Depp contra Amber Heard - tendo o ator de Hollywood exigido à mulher uma indeminização de 50 milhões de dólares - está a dar 'pano para mangas'.

Conforme evidencia a imprensa internacional, Depp fez declarações surpreendentes em relação à antiga companheira. O artista descreveu um momento em que encontrou fezes nos lençóis da sua cama de casal, pouco depois de ter discutido com Amber, a propósito do 30.º aniversário desta.

Johnny descreve que Amber, à época, foi assistir ao Coachella Music Festival (em 2016), e que este aproveitou para ir a casa buscar algumas das suas coisas, uma vez que tinha abandonado a propriedade por causa da discussão.

Quando chegou, a estrela foi avisada pelo segurança relativamente ao que encontraria no quarto. "No meu lado cama havia material fecal. Eu ri-me. Foi tão bizarros e grotesco que só me poderia rir", descreve, quando viu a fotografia que o guarda-costas lhe mostrou.

Depp acredita que a atriz ou um dos aseus amigos foram os responsáveis pelo sucedido. Heard negou, dizendo que foram os cães.

"Vivi com aqueles cães durante muitos anos. Aquilo não veio de um cão. Não veio", defende, notando ainda que quando confrontada com o sucedido, Amber começou a rir.

Leia Também: Advogados descrevem abuso sexual macabro de Johnny Depp a Amber Heard

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.