A esclerose múltipla é uma doença impactante na vida de quem com ela lida e ainda mal conhecida para a ciência. Este domingo, 4 de dezembro, celebra-se o Dia Nacional da Pessoa com Esclerose Múltipla, data que resolvemos assinalar lembrando as figuras públicas que, corajosamente, tornaram público o diagnóstico.

Christina Applegate, Selma Blair, Jack Osbourne ou a atriz brasileira Ana Beatriz Nogueira estão entre os nomes conhecidos que lidam com esta doença neurológica crónica, que atinge o sistema nervoso central.

A maioria dos casos de esclerose múltipla são diagnosticados entre os 20 e os 50 anos, mas a doença pode manifestar-se em idades entre os dois e os 75 anos. "Embora não seja fatal, é muito incapacitante, influenciando de modo significativo todos os aspetos da vida dos pacientes", realça a clínica CUF.

Os primeiros sintomas manifestam-se na perda de sensibilidade ou formigueiros durante três ou quatro dias, podendo durar uma a duas semanas. "Visão turva ou dupla, défices motores, tremores, dificuldade na marcha e na fala, alterações do equilíbrio, problemas de memória e de concentração, fadiga, ou mesmo paralisia e perda completa de visão" são outros dos sintomas a ter em atenção.

Saiba mais sobre a doença aqui: Médico explica: É possível ter uma 'vida normal' com esclerose múltipla

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.