Vai mudar de casa, mas só de pensar na (re)organização que essa tarefa exige já lhe apetece desistir da ideia? Tenha calma... Não vale a pena entrar em stresse! Trocar de residência pode não ser assim tão caótico como já está a pensar. Existem estratégias que podem minimizar a confusão típica desses períodos. Para lhe facilitar a vida, indicamos-lhe agora cinco ideias-chave que o vão ajudar a enfrentar este desafio com êxito.

1. Não faça tudo sozinho

Contrate uma empresa, de preferência que já lhe tenha sido recomendada. Durante o processo de mudança, acompanhe o carregamento dos seus bens para a carrinha e assegure-se de que o motorista tem a morada certa. Garanta também que está alguém na casa nova para receber as coisas que vão chegando.

2. Adiante serviço

Em muitos casos, costuma ser a empresa contratada a embalar os objetos mas, se quiser adiantar serviço, utilize caixotes especiais e plásticos de bolhas de ar para proteger os objectos mais frágeis. Identifique de modo visível o conteúdo de todas as caixas para facilitar depois do processo de arrumação.

3. Programe as coisas

Combine previamente com a empresa que objetos desmontados devem ser montados na nova morada. À medida que os móveis, os electrodomésticos, as embalagens e as várias caixas forem sendo descarregadas na sua nova casa, verifique, sempre que possível, o estado das mesmas. Se vir alguma coisa partida ou danificada, informe de imediato o empregado e/ou a empresa que contratou para a mudança.

4. Estabeleça uma lista de prioridades

Para ter uma vida facilitada, estabeleça previamente uma lista de prioridades. Antes de sair da sua antiga casa, defina quais são as caixas e/ou os móveis e eletrodomésticos que devem ser transferidos em primeiro lugar, assinalando também as caixas mais prioritárias em termos de arrumação. As coisas que usa menos podem ficar para o fim.

5. Use uma divisão como sala de operações

Quando as coisas da sua antiga casa começarem a chegar à nova, coloque as que não têm um lugar previamente definido e/ou estabelecido numa divisão menos relevante, como a garagem, a arrecadação, o escritório ou o quarto das visitas. O ideal é concentrar aí todas as caixas que pretende ir arrumando com o passar do tempo, transferindo depois o seu conteúdo para os locais definitivos de uma forma mais ordenada.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.