A precipitação em Teerão atingiu os 0,4 milímetros (mm) desde 23 de setembro, contra 14,3 mm durante o mesmo período do ano passado, disse Mohammad Shariari, citado pela agência noticiosa ISNA.

“As águas subterrâneas e à superfície estão num estado crítico e não houve uma seca comparável nos últimos 50 anos”, adiantou.

As cinco barragens que alimentam a capital iraniana estão atualmente a um terço da sua capacidade, com 477 milhões de metros cúbicos (m3) de água. O ano passado, o volume retido era de 729 milhões de m3.

Acresce que o consumo de água pelos setores da agricultura e indústria aumentou 14% e 8%, respetivamente, em relação ao ano anterior.

Por outro lado, a produção de energia hidroelétrica desceu 40% para os 250.000 megawatts por hora nos últimos seis meses, segundo Shariari.

A província de Teerão tem 13,5 milhões de habitantes, ou seja, 16,5% da população total do país, dispersos por uma área que não ultrapassa os 1,1% da superfície do Irão.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.