A Bharat Biotech, um fabricante de medicamentos de Hyderabad, informou que está a desenvolver há um ano duas vacinas contra o vírus. De acordo com a empresa, o laboratório está pronto para testá-las em animais.

Até ao momento não existem ainda vacinas com eficácia comprovada contra o vírus, transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti.

A doença está causar o pânico na América Latina, particularmente no Brasil, onde aumentaram os diagnósticos de microcefalia em recém-nascidos, embora a ligação científica entre ambos os casos não tenha sido ainda comprovada.

"Nós fomos os primeiros no mundo a solicitar uma licença para testar uma vacina contra o vírus Zika", afirma Rajarshi Dasgupta, chefe do setor de propriedade intelectual do laboratório, em declarações à agência de notícias France Presse.

A Bharat Biotech fez o anúncio um dia depois do grupo farmacêutico francês Sanofi Pasteur declarar ter iniciado a preparação de uma vacina contra o mesmo vírus.

A Índia não registou até ao momento qualquer caso autóctone de infeção pelo vírus Zika. Na Tailândia há registo de um caso e outro na Indonésia.

Nos Estados Unidos, as autoridades de saúde reportaram um caso recente por contaminação sexual

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.