“Neste momento, ainda continuamos a ter o vírus a circular no país e estamos a trabalhar para aumentar a nossa capacidade de testagem, despistagem mais ativa, para percebermos melhor a dinâmica da pandemia”, disse Plácido Cardoso, secretário do Alto-Comissariado para a Covid-19.

O médico guineense falava à imprensa no balanço semanal sobre a evolução da doença no país.

A Guiné-Bissau registou desde o início da pandemia um total acumulado de 3.825 casos e 69 vítimas mortais.

O país regista um total de 3.562 recuperados e atualmente há 188 casos ativos.

Na semana passada, foram registados mais 22 casos.

“O vírus continua ativo e a circular”, disse o médico guineense, insistindo na necessidade de as pessoas continuarem a observar as medidas recomendadas para a prevenção da covid-19, nomeadamente o uso de máscara, distanciamento e lavagem das mãos.

Questionado sobre se a variante Delta, que surgiu na Índia, já está a circular na Guiné-Bissau, Plácido Cardoso explicou que está a ser feito um trabalho de sequenciação e que a “qualquer momento” já se poderá dar informação mais concreta sobre as variantes da covid-19 que estão a circular no país.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.868.393 mortos no mundo, resultantes de mais de 178,4 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.