“Por razões logísticas de preparação, o início da campanha ficou protelado para sexta-feira. Será estendida a todas as regiões sanitárias do país”, afirmou o médico guineense Plácido Cardoso, secretário do Alto-Comissariado para a Covid-19.

A campanha deveria ter decorrido entre 21 e 31 de janeiro.

Os dados do alto-comissariado indicam que a taxa de cobertura de vacinação da população alvo, constituída por maiores de 18 anos, que se encontra totalmente vacinada é de 38%, enquanto a população alvo a que foi administrada pelo menos uma dose da vacina é de 57%.

A Guiné-Bissau, com cerca de dois milhões de habitantes, pretende vacinar até 638.147 pessoas com 18 anos ou mais em todo o território nacional para que seja atingido o objetivo de vacinar 70% da população elegível.

Desde o início da pandemia, a Guiné-Bissau registou um total acumulado de 7.464 casos de covid-19 e 154 vítimas mortais.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.