De acordo com os dados atualizados hoje pelo Instituto Robert Koch (RKI), a incidência (sete dias) situou-se nos 638,8 casos de infeção, face aos 584,4 notificados na quarta-feira e aos 427,7 da semana passada.

Nas últimas 24 horas foram registados 133.536 novos casos de covid-19.

A Alemanha registou a morte de mais 236 pessoas infetadas pelo SARS CoV-2 nas últimas 24 horas.

O país ultrapassou na quarta-feira, pela primeira vez desde o início da pandemia, 100 mil contágios em 24 horas ao atingir os 112.323 infetados pela doença no período de um dia.

Os níveis de incidência são especialmente elevados em Berlim com 1.154,2 casos (sete dias) por 100 mil habitantes.

O ministro da Saúde, o social democrata Karl Lauterbach, disse esta semana que em meados de fevereiro pode ser atingido um “novo pico de contágios” devido à “expansão da variante ómicron” do novo coronavírus.

Karl Lauterbach considerou que perante esta situação, os laboratórios podem saturar as capacidades na realização de testes PCR.

Na Alemanha, todos os cidadãos têm direito a um teste de antígenos gratuito por semana, uma medida que pode ser ampliada devido a imperativos laborais sendo que estes exames são realizados, até ao momento, nos vários postos em todo o país sem que seja necessária marcação prévia.

Neste momento, a taxa de habitantes da Alemanha com as duas doses de vacinação contra o covid-19 situa-se nos 72,9% e 48,3% foram inoculados com a dose de reforço.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.