Em menos de meio ano, seis mil jovens portugueses procuraram ajuda para deixar de fumar, através de uma plataforma da Internet que funciona como um médico virtual que avalia o grau de dependência e faz o acompanhamento do fumador.

Trata-se de uma campanha da Comissão Europeia, «Os Ex-fumadores são Imparáveis», lançada em junho, e que “tem vindo a registar um forte impacto na população europeia, nomeadamente nos mais jovens”, afirmam os promotores da iniciativa, que hoje apresentam o balanço dos primeiros cinco meses de campanha.

Esses dados revelam que mais de 1 milhão de europeus dos 27 estados membros acederam às páginas da campanha no facebook e mais de 151 mil registaram-se na plataforma iCoach (www.exsmokers.eu.)”, desde junho.

“Trata-se de uma plataforma inovadora que analisa o estado de dependência do fumador e providencia um acompanhamento permanente com conselhos práticos que resultam em estímulos efetivos para deixar de fumar”, explica em comunicado o gabinete da Comissão Europeia em Lisboa.

Em Portugal, as redes sociais foram um veículo privilegiado e a campanha chegou a milhares de fumadores, especialmente os mais jovens, tendo para isso contribuído também estratégias de divulgação em escolas e universidades.

Assim, em apenas cinco meses registaram-se na plataforma um total de 5.882 portugueses, o que equivale a 4% do total dos europeus que aderiram a este novo método de ajuda para deixar de fumar (total de 151.293 utilizadores registados nos 27 estados membros).

No que a Portugal diz respeito, 70% dos fumadores que procuraram esta ajuda são jovens entre os 18 e os 35 anos e 20% têm 35 e 55 anos.

Nestas duas faixas etárias Portugal apresenta maiores valores face à média europeia. Em contrapartida, na faixa dos 18 aos 25 anos Portugal tem menos fumadores do que a média europeia.

O estudo avaliou ainda as diferenças entre os aderentes ao programa, em Portugal, por género, formação escolar e ocupação: 59% dos portugueses são do sexo masculino (a média europeia é de 56%), 67% têm emprego (a média europeia é de 61%), 14% estão desempregados (9% na Europa) e 11% são estudantes (a média na Europa é de 14%).

A campanha “Os ex-fumadores são imparáveis” continuará até 2013, com o objetivo de ajudar as pessoas, sobretudo jovens, a deixarem de fumar ou a continuarem afastadas do tabaco, tornando-se “imparáveis numa vida livre de fumo”.

A campanha procura promover os benefícios positivos de uma vida sem tabaco, que inclui melhor saúde, melhor interação social, mais dinheiro e melhor qualidade de vida, e recorrerá a “um conjunto coordenado de meios”, como publicidade, redes sociais e eventos.

A página inicial da plataforam iCoach tem uma mensagem nesse sentido, para os seus visitantes: “Os ex-fumadores têm melhor aspeto, cheiram melhor, sentem-se melhor e têm mais dinheiro.

A ajuda é gratuita e o site contém relatos de ex-fumadores, histórias pessoais inspiradoras para quem quer deixar de fumar.

O tabagismo é a principal causa de doença evitável na União Europeia e estima-se que provoque a morte de mais de 650.000 pessoas por ano na União Europeia. Os fumadores representam um terço da população.

25 de novembro de 2011

@Lusa

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.