Carlos Sousa disse à Lusa que se trata de um kit "de baixo custo", que pode ser levado para casa e que não exige ao professor formação específica na área de eletrónica ou robótica.

“O kit ensina conceitos básicos de programação”, referiu, sublinhando que esse ensino passa por cursos interativos e por atividades práticas baseadas em jogos.

Acrescentou que, neste momento, decorre a fase de divulgação do kit, sendo que o objetivo futuro é a sua comercialização.

Mais do que o kit, o projeto “All Aboard” é uma plataforma de ensino de programação, com aulas online e manuais editados pelos alunos em português e em inglês. O método de ensino do “All Aboard” é composto por um conjunto de cursos interativos e atividades práticas baseadas em jogos, que se desenvolvem em simultâneo num ambiente físico e virtual, estimulando a capacidade de criação de cada aluno.

Linguagem simples e direta

As atividades podem ser acompanhadas por um professor ou desenvolvidas numa perspetiva “DIY - Do It Yourself”, com o suporte de tutoriais online apresentados por crianças, com uma linguagem simples e direta.

A escola Vale do Tamel deu apoio pedagógico ao projeto e o Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA) dispensou apoio técnico. O projeto foi alvo de um estudo no IPCA, no âmbito do mestrado de Carlos Sousa em Engenharia Eletrónica e de Computadores.

“O projeto ‘All Aboard’ procura ajudar as crianças e jovens a desenvolverem competências fundamentais, como o raciocínio lógico e a resolução de problemas, com o objetivo de promover uma melhoria do seu desempenho escolar em disciplinas essenciais, como as ciências, o inglês e a matemática”, refere um comunicado do IPCA.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.