Foram divulgadas novas informações sobre a morte do ator John Heard, que morreu em julho do ano passado. De acordo com o TMZ, um exame toxicológico revelou que o artista, de 71 anos, tinha uma série de narcóticos no organismo quando faleceu.

Entre os comprimidos ingeridos, aparentemente, estavam Tramadol, Oxycodone, Oxymorphone, Xanax, Buprenorphine, Fentanyl e Hydromorphone.

Heard terá sido submetido a uma cirurgia nas costas dois dias antes de morrer e, possivelmente, foram-lhe receitados medicamentos para o caso de sentir dores após a operação.

O relatório do exame a que o site teve acesso indica também que foi usado Narcan numa tentativa de reanimar o ator, um componente usado para contrair os efeitos de overdose.

Um ataque cardíaco terá sido a causa da morte de John Heard, causado por doenças cardíacas, apesar da presença dos medicamentos no seu organismo.

Não está claro se os medicamentos tiveram ou não influência na morte do ator do filme 'Sozinho em Casa', onde deu vida a Peter McCallister, o pai de Kevin McCallister (interpretado por Macaulay Culkin).

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.