Esta quarta-feira, dia 9, Nel Monteiro e a companheira, Júlia, estiveram à conversa com Manuel Luís Goucha, ocasião em que tiveram a oportunidade de esclarecer as notícias que saíram em relação à sua vida, nomeadamente, quanto ao relacionamento com a filha do primeiro casamento e respetiva ex-mulher.

Segundo as informações da imprensa cor-de-rosa, o músico garantia que tinha sido lesado em milhares de euros pela ex-mulher, Conceição do Espírito Santo, de quem se separou em 2002.

Ora, de acordo com Nel, tais informações "têm traços de verdade".

"O património que fiz deixei ficar no meu primeiro casamento. Deixei ficar tudo. Foi opção minha", notou, referindo que mesmo sem estes bens ainda tinha dinheiro para se sustentar com aquilo que lucrava enquanto cantor.

"Ficou dinheiro no banco, enquanto durou, tudo bem, quando terminou pediram-me mais", faz saber. Nel disse igualmente que em tribunal ficou estipulado que pagaria uma pensão a Conceição de cerca de 300 euros por mês, com uma agravante de 10% ao ano.

Contudo, quando recentemente pediu a declaração desta mesma pensão para apresentar às finanças, reparou que o agravamento seria de 3% e não 10% como pensava. Ou seja, no pagamento desta pensão acabou por dar mais dinheiro do que o estipulado sendo que valor chega já aos milhares de euros.

Afastado da filha deste ex-casamento, Nel considera que o desprezo desta para com ele é injusto, pois nunca se considerou um mau pai.

Por fim, refere que ao contrário do que tem sido dito, atualmente não está na miséria, apenas se encontra a passar por uma má fase, à semelhança de muitos artistas por causa da pandemia.

Leia Também: Cristina Ferreira está de parabéns! Eis a mensagem da apresentadora

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.